jusbrasil.com.br
11 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    TST divulga nota de pesar pela morte de Arnaldo Süssekind

    Tribunal Superior do Trabalho
    há 6 anos

    O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Oreste Dalazen, divulgou nota de pesar pelo falecimento do jurista Arnaldo Lopes Süssekind, que faleceu na madrugada de hoje (9), no Rio de Janeiro, de insuficiência respiratória seguida de parada cardiorrespiratória.

    Nota de Pesar

    A Justiça do Trabalho, enlutada, lamenta o falecimento de um de seus mais

    notáveis filhos, o ministro Arnaldo Süssekind, ocorrido hoje (9) na sua

    cidade natal, o Rio de Janeiro.

    Nascido em 1917, Süssekind revelou, desde a juventude, sua vocação para a

    área trabalhista: antes mesmo de se graduar em Direito pela então Faculdade

    de Direito da Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de

    Janeiro, na turma de 1939, iniciou carreira no serviço público justamente no

    Conselho Nacional do Trabalho, que anos depois se tornaria o Tribunal

    Superior do Trabalho. Galgou todos os cargos do Ministério Público do

    Trabalho, foi ministro de Estado do Trabalho e Previdência Social do governo

    Castello Branco e, em 1965, foi nomeado ministro do TST.

    Ao longo dessa trajetória, deixou um glorioso e inestimável legado, do qual

    o maior exemplo é a Consolidação das Leis do Trabalho, até hoje uma

    esplêndida obra de engenharia jurídico-trabalhista. Süssekind participou,

    com apenas 24 anos, da comissão de juristas encarregada, pelo presidente

    Getúlio Vargas, da elaboração da legislação que simbolizou a transposição da

    sociedade brasileira predominantemente agrícola e até recentemente

    escravocrata para uma sociedade em que as relações de trabalho fossem mais

    dignas e equilibradas.

    Em sua profícua vida de 95 anos, Arnaldo Süssekind foi uma das

    personalidades que mais lutou pela dignificação do trabalho em nosso País e

    também no mundo, como integrante da Organização Internacional do Trabalho.

    Sua partida nos enche de tristeza, mas também de orgulho pela grandeza deste

    grande brasileiro.

    João Oreste Dalazen

    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)