jusbrasil.com.br
28 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Superior do Trabalho TST: ARR 103300-60.2013.5.21.0018

Tribunal Superior do Trabalho
há 7 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
5ª Turma
Publicação
DEJT 08/05/2015
Julgamento
29 de Abril de 2015
Relator
Guilherme Augusto Caputo Bastos
Documentos anexos
Inteiro TeorTST__1033006020135210018_a167a.pdf
Inteiro TeorTST__1033006020135210018_0421d.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

I) AGRAVO DE INSTRUMENTO DO RECLAMANTE . COMPENSAÇÃO POR DANOS MORAIS. ASSALTO. BANCO POSTAL. ECT. QUANTUM DEBEATUR. MAJORAÇÃO. PROVIMENTO. Por prudência, ante a possível afronta ao artigo , V, da Constituição Federal, o destrancamento do recurso de revista é medida que se impõe. Agravo de instrumento a que se dá provimento. RECURSO DE REVISTA. COMPENSAÇÃO POR DANOS MORAIS. ASSALTO. BANCO POSTAL. ECT. QUANTUM DEBEATUR . MAJORAÇÃO. PROVIMENTO. Embora a lei não estabeleça um parâmetro previamente definido para se apurar o valor em indenizações por dano moral, a regra recomenda que a indenização deve ter caráter pedagógico, reparador o suficiente para minimizar o sofrimento infligido à vítima, além do caráter coercitivo, de forma a desestimular o ofensor da prática continuada da conduta ilícita. In casu , restou comprovado no processo que o reclamante foi vítima de assalto, em seu local de trabalho (agência de banco postal), no qual sofreu com a ação violenta de bandidos , o que lhe acarretou doença psicológica e psiquiátrica. Ademais, ficou demonstrada a culpa da reclamada por conduta omissa, ante a ausência de medidas de segurança no local de trabalho. Assim sendo, considerando-se a condição econômica das partes, tenho que o valor de 6.000,00 (seis mil reais), arbitrado a título de danos morais, se mostra baixo. Nesse contexto, em atenção ao Princípio da Proporcionalidade, à extensão do dano sofrido pelo empregado, ao grau de incapacitação, à culpa e ao porte da empresa, e ainda, às indenizações fixadas em situações análogas por esta Corte Superior, arbitra-se o valor do dano moral em R$ 30.000,00 (trinta mil reais). Precedentes da Corte . Recurso de revista de que se conhece e a que se dá provimento .
II) AGRAVO DE INSTRUMENTO DA RECLAMADA . DANOS MORAIS. COMPENSAÇÃO. ECT. BANCO POSTAL. ASSALTO. POSTO DE ATENDIMENTO. DIVERGÊNCIA JURISPRUDENCIAL. ARESTOS INESPECÍFICOS. SÚMULA Nº 296, I. NÃO PROVIMENTO. A divergência jurisprudencial apta a ensejar a admissibilidade do recurso de revista deve ser específica, revelando a existência de teses diversas na interpretação de um mesmo dispositivo legal, embora idênticos os fatos que as ensejaram, o que não se deu na espécie. Incidência da Súmula nº 296 , I . Agravo de instrumento a que se nega provimento .
Disponível em: https://tst.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/186861950/arr-1033006020135210018

Informações relacionadas

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 135900-03.2004.5.15.0056 135900-03.2004.5.15.0056

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - EMBARGOS DECLARATORIOS RECURSO DE REVISTA: ED-RR 83400-06.2006.5.09.0072 83400-06.2006.5.09.0072

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 40-74.2012.5.18.0053