jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 119200-49.2009.5.03.0075

Tribunal Superior do Trabalho
há 7 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

2ª Turma

Publicação

DEJT 08/05/2015

Julgamento

29 de Abril de 2015

Relator

Renato de Lacerda Paiva

Documentos anexos

Inteiro TeorTST_RR_1192004920095030075_59ab2.pdf
Inteiro TeorTST_RR_1192004920095030075_1714f.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RECURSO DE REVISTA. CONTRATO COMERCIAL - CONFECÇÃO DE VESTUÁRIO - ATIVIDADE FIM DA CONTRATANTE

- RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA (violação aos artigos , § 2º, da CLT , 265, II, do CC/02, 16, da Lei nº 6.019/74 e divergência jurisprudencial). A jurisprudência desta Corte firmou o entendimento de que o contrato típico de facção, quando regularmente constituído, sem desvio de finalidade, é insuscetível de gerar responsabilidade subsidiária da empresa contratante (fornecedora de matéria-prima e destinatária final dos produtos manufaturados) pelos direitos trabalhistas reconhecidos em favor dos empregados da empresa contratada. Embora não seja possível o reconhecimento da responsabilidade solidária ante a ausência de lei, ou manifestação expressa das partes neste sentido, cabível a responsabilização subsidiária quando as provas dos autos indicam a ingerência e fiscalização das contratantes na prestação de serviços da empresa contratada para a confecção e etiquetagem das peças de vestuário a serem comercializadas. Recurso de revista conhecido e parcialmente provido.
Disponível em: https://tst.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/186853295/recurso-de-revista-rr-1192004920095030075