jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO ORDINARIO EM AGRAVO REGIMENTAL: ROAG 86100-09.2006.5.15.0000 86100-09.2006.5.15.0000

Tribunal Superior do Trabalho
há 15 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

Subseção II Especializada em Dissídios Individuais,

Publicação

DJ 30/11/2007.

Julgamento

13 de Novembro de 2007

Relator

Alberto Luiz Bresciani de Fontan Pereira

Documentos anexos

Inteiro TeorROAG_861_13.11.2007.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RECURSO ORDINÁRIO EM AGRAVO REGIMENTAL. -RECURSO ORDINÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL TIDO POR INTEMPESTIVO. EMBARGOS DECLARATÓRIOS INTERPOSTOS CONTRA DECISÃO MONOCRÁTICA DO RELATOR DA RESCISÓRIA CONSIDERADOS INCABÍVEIS

. Para bem enfrentar a controvérsia é conveniente trazer à colação, por simetria, o item III do Enunciado nº 100 do TST, segundo o qual "salvo se houver dúvida razoável, a interposição de recurso intempestivo ou a interposição de recurso incabível não protrai o termo inicial do prazo decadencial". Ou seja, havendo dúvidas sobre a intempestividade ou o cabimento dos embargos declaratórios, ainda assim desfrutariam do efeito interruptivo preconizado no art. 538 do CPC. Ora, tendo em conta que a ação rescisória é de competência originária dos Tribunais e que o juízo natural é o Colegiado, a decisão monocrática do relator extinguindo o feito, ainda que formalmente irregular, equivale a do Colegiado e por isso é passível de ser embargada de declaração. Desse modo, não se pode concluir que os embargos eram manifestadamente incabíveis. Ao contrário, revelam-se pertinentes frente ao teor terminativo da decisão embargada, a dilucidar a sua aptidão para interrromper o prazo para a interposição do agravo regimental, com vistas a devolver à apreciação da Corte o que fora decidido monocraticamente. Recurso provido.- (TST-ROAG-725.045/2001.3; Acórdão SBDI-2; Rel. Min. Antônio José de Barros Levenhagen; IN DJ 9.5.2003). Recurso ordinário em agravo regimental conhecido e provido.
Disponível em: https://tst.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1598703/recurso-ordinario-em-agravo-regimental-roag-861000920065150000-86100-0920065150000

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4 - Agravo De Petição: AP 002XXXX-09.2015.5.04.0101

Astreintes podem ultrapassar valor da dívida principal

Nota Dez
Notíciashá 10 anos

TST - Valor da penalidade não pode ser superior à obrigação principal corrigida