jusbrasil.com.br
28 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 1644-88.2011.5.06.0231

Tribunal Superior do Trabalho
há 8 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
3ª Turma
Publicação
DEJT 21/11/2014
Julgamento
19 de Novembro de 2014
Relator
Vania Maria da Rocha Abensur
Documentos anexos
Inteiro TeorTST_RR_16448820115060231_54139.pdf
Inteiro TeorTST_RR_16448820115060231_79700.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. ACIDENTE DE TRABALHO - INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E ESTÉTICOS. MAJORAÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO.

Constatada potencial violação do art. , V, da CF, quanto ao valor da indenização por danos morais e estéticos, dá-se provimento ao agravo de instrumento para melhor análise da questão. Agravo de Instrumento conhecido e provido. RECURSO DE REVISTA. ACIDENTE DE TRABALHO - INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E ESTÉTICOS. MAJORAÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO. A despeito da vasta argumentação expendida no v. Acórdão Regional quanto aos parâmetros que devem ser utilizados quando da fixação dos valores das indenizações, se constatado que o Regional não se ateve aos limites da razoabilidade, arbitrando valor por demais módico ao considerar que o acidente sofrido pelo obreiro não teria ocasionado o comprometimento permanente de sua capacidade laboral, cujas lesões estéticas o acompanharão para o resto de sua vida, há que se levar em conta as peculiaridades do caso concreto, como no presente, em que se entende desproporcionais os valores indenizatórios confirmados pelo Tribunal Regional de origem, razão pela qual merece provimento o recurso de revista para que seja fixado o valor da indenização em R$15.000,00 por danos morais e em R$15.000,00 por danos estéticos, considerando a capacidade econômica das partes e o caráter pedagógico da medida, somados à gravidade do acidente (limitação funcional da mão esquerda), ao dano moral e estético, bem como à incapacidade laborativa permanente do trabalhador. Recurso de Revista conhecido e provido.
Disponível em: https://tst.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/153223950/recurso-de-revista-rr-16448820115060231

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região TRT-10: 0001730-43.2017.5.10.0003 DF

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Jurisprudênciahá 10 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - Recurso Ordinário: RO 00268007120095010301 RJ

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 9 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 82300-28.2008.5.04.0252

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 11 meses

Tribunal Superior do Trabalho TST: RRAg 20352-04.2017.5.04.0662

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 121600-09.2009.5.23.0001